Como a manutenção preditiva pode influenciar o setor de vendas

Posted on Posted in Artigos

Saiba de que forma a manutenção preditiva pode influenciar o setor de vendas e o papel fundamental da tecnologia.

O mercado vem comprovando, cada vez mais, que empresas que aplicam a manutenção preditiva em sua operação apresentam um resultado que reflete positivamente nas vendas.

Além de uma ferramenta moderna de gestão para equipamentos e sistemas, a manutenção preditiva se mostra um caminho sem volta, seja qual for o nicho que a empresa atua.

Hoje os setores comercial, marketing e relacionamento ganharam um aliado importante: a garantia de qualidade do que se vende na empresa. Entenda mais!

Manutenção preditiva para setor de vendas

eita de forma correta, a manutenção preditiva consegue ampliar a durabilidade de um maquinário, assim como corrigir problemas rapidamente, pois antevê possíveis instabilidades que possam comprometer a qualidade do produto final, por exemplo. Todos nós sabemos que a oferta de produtos cada vez melhores leva ao aumento de confiança do consumidor. O resultado disto é a fidelização da marca, impactando diretamente na recorrência e levando ao aumento de volume de vendas.

O mesmo vale para os serviços que são criados com base em manutenção preditiva, pois são desenvolvidos com o respaldo da metodologia. Uma das vantagens que a manutenção preditiva oferece ao time de vendas de uma empresa é a garantia de produtos de qualidade.

Isto é possível por causa da maior eficiência das máquinas de produção, além da otimização de toda a linha de produção nas fábricas.

Após captar todos os dados sobre o rendimento dos equipamentos, os sensores de manutenção preditiva cruzam as informações com os históricos recentes.

Desta forma o gestor consegue ter maior assertividade com relação à manutenção das máquinas e isto garante ao vendedor um estoque robusto pronto para ser vendido. Além disso, esse processo monitora o rendimento e as condições das máquinas e dos sistemas das indústrias.

Desta maneira a manutenção preditiva estimula a produção a partir dos indicativos operacionais das máquinas e sistemas sobre os intervalos necessários para fazer os reparos.

Ou seja, ao reduzir o tempo gasto em manutenção de equipamentos, o gestor consegue melhorar a qualidade e o volume de peças produzidas da sua empresa.

Aplicando a manutenção preditiva

Atualmente a Internet das Coisas, ou IoT (Internet of Things) é um dos trunfos da manutenção preditiva para o setor comercial da companhia.

Trata-se de um sistema de internet que integra todos os setores da indústria e facilita o acesso aos dados para a melhor tomada de decisão.

Neste processo a IoT ainda permite que algumas decisões sejam tomadas com base em análises amplas de sensores que monitoram todo o sistemas industrial.

Isto mostra que o processo de produção se alimenta de informações que vão desde designs mais funcionais para os produtos até modelos e formatos com maior durabilidade.

As vantagens da manutenção preditiva para impulsionar as vendas são cada vez maiores, porém a operação precisa estar equipada com tecnologia capaz de atender a demanda do mercado da forma mais adequada possível.

A Internet das Coisas, os sensores e os sistemas de Big Data são hoje os responsáveis pelo armazenamento e análise que farão a diferença nas suas vendas. Outra maneira de melhorar o caixa da empresa além das vendas é reduzir custos e esta é outra oportunidade que a manutenção preditiva oferece.

Antes de tudo, é preciso desenvolver um planejamento de custos da operação, e com esta tecnologia dificilmente, haverá surpresas com relação aos gastos com manutenção de equipamentos.

Isto ocorre porque todo o maquinário de produção é mapeado e monitorado pelos sensores de manutenção preditiva e, assim, é possível prever falhas diante de alterações no desempenho.

Saiba mais sobre o iMachine, um produto Techplus.
Leia mais artigos sobre manutenção preditiva no blog do iMachine.
ou acompanhe nossos artigos através de nossa área de Notícias.